LIVRO 3

LITERATURA E CONTEMPORANEIDADE: O QUE OS CLÁSSICOS DE ONTEM NOS DIZEM HOJE?


Desde datas longínquas, a humanidade alimenta o hábito de contar histórias e deixá-las registradas para gerações futuras. Pelos mais diversos momentos da história humana conseguiram se perpetuar, nomes como Homero, Ovídio, Dante, Mary Shelley, Simone de Beauvoir, Emile Brontë, Machado de Assis: protagonistas de um universo literário que transpassa as barreiras de tempo e espaço, chegando à contemporaneidade em seus dias líquidos, com mensagens que sempre se renovam.
A coletânea "Literatura e contemporaneidade: o que os clássicos de ontem nos dizem hoje?" objetiva reunir artigos que tratem da importância da Literatura, abordando clássicos de diversas épocas, de modo a apresentar o que tais obras diziam em seu tempo podendo revelar, ainda, o que elas podem dizer à sociedade no tempo presente, ressaltando, assim, a sua principal característica: a atemporalidade perpetuada pela sua habilidade de atualização, ressignificando questões na história recente.
Nesse panorama, é fundamental reunir trabalhos numa perspectiva interdisciplinar. Portanto, a coletânea se propõe a contemplar a interface da Literatura com variadas áreas do conhecimento tais como Direito, História, Sociologia, Filosofia, Pedagogia, Psicologia, Antropologia, Geografia além de Linguística, Letras e Artes. Assim, contribuirá para a problematização de temáticas contemporâneas a partir da Literatura.
Palavras-chave: Literatura. Contemporaneidade. Clássicos. 

Organizadores:  Profa. Dra. Dayse Marinho Martins e Prof. Me. Ennio Silva de Souza. 

Prazo para envio do artigo: até o dia 22 de maio.